Bom dia...

Estou cansada..não vejo a hora que chegue sexta-feira..minhas aulas começaram essa semana, e sexta já tenho um trabalho pra entregar e apresentar... minha dieta está indo bem..espero que os resultados não demore muito.

Ai gente preciso compra roupas novas, pq as minhas estão muito batidas, e velhas, mais não vou comprar..1 que não tenho grana, e outra que não vou compra com esse corpo!

Por hj é só, estou meio sem assunto.. te mais.

A VOLTA POR CIMA

Gente estou muitíssimo feliz pois dessa vez eu sei que voltei a dieta!!! Graças as minhas amigas MARIANA e VANESSA eu consegui me recuperar e colocar tudo no lugar novamente. Passei por uma fase muito triste, só comendo, comendo e comendo... e isso seria muito ruim se continuasse assim. É muito bom estar novamente conseguindo seguir a dieta certinha...ontem tive coragem de me pesar e para a minha surpresa estou com 69 kg...eu pensava que estava com mais, pensava que eu estava para lá dos 70kg!! Que bom que o estrago não foi tão grande assim...agora é lutar para recuperar o tempo perdido....

Bom dia!

Hoje estou melhor que ontem minha reeducação foi td certo..só estou com um pouco de sono, pq não dormi direito  noite. Faltou luz lá em casa, e eu não durmo no escuro total..parece frescura, mais não consigo..fazer o que..dai a luz voltou só 1h da manha, ela caiu as 10hs da noite..mais que nada..só levantar a poeira e tomar um bom café que passa..rsss

Hj vou na aula, ontem primeiro dia faltei...afinal nunca tem nada mesmo...só apresentação..

Hj tenho drenagem..gente que puder fazer, faça...é ótimo..claro que não vejo muita diferença na balança..mais nas roupas..a barriga bem lisinha..melhorou muito minha retenção e circulação..eu recomendo!

Bjos...Deixem recadinhos, adoro vcs!

Conselhos úteis para quem faz dieta

Existem várias maneiras de facilitar a dieta. Algumas destas sugestões requerem o apoio e cooperação dos membros da família, os quais podem até gostar de participar.

Comprando alimentos
Compre alimentos após uma refeição, quando é menos provável que tenha fome e seja tentado a comprar impulsivamente.

Liste os alimentos que pretende comprar e restrinja-se a eles.

Preparando os alimentos
Evite fritar os alimentos. Tente assar, grelhar, cozinhar no microondas ou cozer no vapor.

Quando preferir fritar, frite os alimentos com um pouco de óleo em vez de utilizar grandes quantidades de manteiga, óleo ou margarina.

Retire toda a gordura visível da carne e, após a preparação, escorra o excesso de gordura dos assados e guisados. A pele das aves contém muita gordura e deve ser retirada.

Torne os alimentos apetitosos usando ervas aromáticas, especiarias temperos de baixo teor calórico.

Como se alimentar
Calcule cuidadosamente as suas refeições diárias, na véspera ou logo de manhã. Planeje merendas com baixo teor calórico, bem como cinco refeições ligeiras e bem equilibradas.

Não salte refeições na crença de que isso acelerará a perda de peso. A experiência mostra que isso normalmente conduz a fome excessiva e à "desforra" ao fim do dia.

Desenvolva hábitos alimentares desejáveis. Procure fazer as refeições sempre no mesmo local. Coma sentado à mesa, utilizando faca e garfo.

Corte os seus alimentos em pedaços pequenos e espalhe-os pelo prato. Algumas pessoas acham útil servi-se de um prato menor.

Coma lentamente, mastigando bem cada garfada e engolindo toda a comida que tem na boca antes de colocar mais no garfo.

Controle a vontade de comer. Evite continuar a comer quando já não sente fome.

http://www.corpobelo.com.br/dietas.htm

Fome incontrolável



Cada dia um número maior de pessoas deixa de lado a saúde e adota uma relação marcantemente perigosa com a comida. Saiba tudo o que há de mais novo sobre os piores distúrbios alimentares dos nossos dias

POR FABIANA GONÇALVES



O problema do emagrecimento e da beleza estética é tão sério que a Organização Mundial de Saúde estima que, atualmente, existam 180 milhões de obesos adultos no mundo. Esse número se torna significativamente maior se considerarmos os indivíduos com sobrepeso e que, por isso mesmo, apresentam um risco aumentado de responder presença em futuras listas de obesos. Esses pacientes travam uma batalha incessante com o próprio corpo.

Com depoimentos vivos desses "personagens", a psiquiatra carioca Ana Beatriz Barbosa da Silva, especialista em Medicina do Comportamento, fala sobre a relação do ser humano com a comida em seu mais novo livro Mentes Insaciáveis*. Ela mostra como funcionam doenças como a anorexia, bulimia, transtorno da compulsão alimentar periódica (TCAP) e a própria obesidade. Focamos uma a uma. Na anorexia, a pessoa pára de comer, chegando à morte, se não houver tratamento.

Na bulimia, os alimentos consumidos com exagero são expelidos por meio de vômito autoprovocado ou uso de laxantes. No TCAP, a vítima sofre com episódios de descontrole alimentar, que começam com ingestão pesada e desenfreada de alimentos e terminam com um imenso sentimento de culpa que geram auto-reprovação e até depressão. Tudo ou nada Ana Beatriz revela que pessoas com Transtornos da Compulsão Alimentar Periódica tendem a apresentar um perfil que é só delas. Tudo é analisado em extremos opostos, sem meio-termo.

Assim, uma pequena falha no controle do cardápio, como, por exemplo, comer duas fatias de pão em vez de uma, como previsto, é interpretada como perda total do controle. A partir daí, comer o pacote inteiro de pão torna-se um pecado idêntico ao de comer duas fatias. "Este pensamento induz à compulsão", explica Beatriz. "Antes de fazer qualquer diagnóstico precoce, porém, é preciso confirmar se esse comportamento se repete pelo menos duas vezes por semana, por um período de seis meses", esclarece a médica. "Para o paciente com TCAP, comer é um momento de prazer ou, porque não dizer, o maior da vida deles. É um vício e, como todo vício, uma doença mental".

Como controlar a compulsão:

Esse prazer incontrolável que a comida traz é causado, de acordo com a psiquiatra, "pela baixa produção de dopamina, um neurotransmissor liberado pelo cérebro. E que causa a sensação de prazer. Nesses casos, o cérebro funciona avisando que só a alimentação é capaz de trazer essa sensação", afirma a psiquiatra. Para ela, os tratamentos realizados com substâncias consideradas "anticompulsão", estimulam o cérebro a fabricar dopamina, fazendo com que a pessoa se sinta saciada, sem buscar no garfo essa satisfação.

"A medicação é indicada tanto para a bulimia como para a TCAP. A diferença é que, no primeiro caso, é utilizada apenas no período inicial do tratamento. Para os transtornos compulsivos periódicos, o ideal é que o remédio seja prescrito por um período mais longo, até a adequação de outras atividades e hábitos que tragam o bem-estar, independente do ato de comer", assevera. "O exercício físico pode ser um excelente caminho, desde que haja uma modalidade que dê prazer à pessoa", diz a especialista. Entre as substâncias que vencem a compulsão, destacam-se o topiramato, a lacrimogina e a gabapentina, de nome complicado, mas eficazes.

"Elas foram pesquisadas e eram indicadas, inicialmente, para o controle das convulsões em pacientes epiléticos. Nos últimos anos, porém, alguns desses medicamentos têm mostrado bons resultados no sentido de diminuir a compulsão e o aumento da saciedade", atesta. "No decorrer das pesquisas, foi observado que os pacientes apresentaram perda de peso. Isso foi suficiente para que o topiramato passasse a ser estudado para a utilização em obesos, pessoas com sobrepeso e com ataques periódicos de compulsão alimentar.

E, de fato, aplicado no controle da compulsão, trouxe excelentes resultados", afirma. A médica lembra que, por muito tempo, apenas as substâncias antidepressivas eram utilizadas nos tratamentos de TCAP. Elas controlavam a ansiedade, mas não reduziam a compulsão. "Além disso, a fluoxetina e outros antidepressivos, mostraram que, com eles, o efeito indutor da saciedade funcionava por tempo limitado. Ou seja, eles apresentavam uma eficiência significativa, mas que ia se reduzindo e tendia a anular-se em, no máximo, seis meses", assegura. "Portanto, os novos tratamentos, que vencem a compulsão, são melhores".

Diferenças básicas:

Confira as características específicas da anorexia, da bulimia e da compulsão alimentar



Revista Dieta Ja!

Oi migas!

Dreza que bom que vc voltou!!! Mais não é só vc que fez loucuras nesses findi, eu tbm comi um monte, nem quero saber de me pesar! Hj tbm estou só no liquido, mais estou começando a achar que esse não é um ótimo método.ficar nessa, a gente fica numa reação em cadeia..isso não é bom...

Já pensei em várias maneiras de quebra isso mais ainda não sei como..tô muito frustrada e desesperada..pois assim não vou emagrecer...

Hoje começa minhas aulas, mais nem vou hoje..sei lá...tô me sentindo horrível e td segunda é assim..um caos!

 

Oi pessoal!!!

Mary amiga, eu não te abandonei e nem iria fazer isso nunca pois vc me dá muita força para seguir em frente!!! eu tive que trabalhar fora da minha sala , pois estava tendo um evento aqui e minha chefe me deslocou e nem deu tempo de te avisar pois ela chegou dentro da sala e foi dizendo para eu ir naquele momento...foi só isso...tb não fiz dieta nesses dias e com certeza engordei e isso me deixou um pouco triste mas hoje estou aqui passando a liquido, firme e forte...chego aqui morrendo de saudades de falar com vc e vc não está...BUAAAAAAA....

Olha gente eu vou esquecer esses dias que se passaram , pois eu extrapolei muito na comida e quero esquecer por isso nem vou contar aqui como foi o meu findi, quero apagar da minha mente essas loucuras gastronomicas, pois isso me deixou bastante para baixo, muito triste, vcs nem imagimam,detonei a minha vida...mas a partir de hoje recomeço para valer a minha dieta e a minha vida ....

[ ver mensagens anteriores ]
Desafio Desistir Jamais!



Meu Perfil
BRASIL , Mulher , de 26 a 35 anos

 

PERFIL

Já perdi

18,5 quilos

Faltam
9,5 quilos!

pesagens

DATAS PESOS I.M.C.
29/12/05 64,5 23,98
30/12/05 63,7 23,68
06/01/06 65,0 24,16
11/01/06 66,0 24,53
18/01/06 66,2 24,61
25/01/06 68,0 25,28
22/02/06 66,8 24,83
24/02/06 66,5 24,72
03/03/06 65,8 24,46
02/04/06 73,0 27,14
10/04/06 68,9 25,61
17/04/06 67,9 25,24
24/04/06 67,2 24,98
01/05/06 67,2 24,98
19/06/06 72,0 26,76
26/06/06 70,3 26,05
03/07/06 68,9 25,61
10/07/06 67,3 25,02
17/07/06 66,3 24,65
24/07/06 64,8 24,09
31/07/06 64,4 23,94
07/08/06 63,9 23,75
14/08/06 63,2 23,49
21/08/06 63,2 23,49
28/08/06 63,1 23,38
04/09/06 62,7 23,31
02/10/06 68,2 25,35
09/10/06 66,2 24,61
16/10/06 65,3 24,27
23/10/06 64,0 23,79
30/10/06 63,5 23,60
06/11/06 64,0 23,79
13/11/06 62,6 23,27
20/11/06 62,0 23,05
27/11/06 61,6 22,90
04/12/06 60,9 22,64
11/12/06 60,3 22,41
18/12/06 60,0 22,30
22/12/06 58,2 21,63
15/04/07 65,9 24,5
22/04/07 64,4 23,94
29/04/07 63,3 23,53
06/05/07 62,6 23,27
13/05/07 60,4 22,45
24/06/07 69,0 25,65
08/07/07 69,7 25,91
15/07/07 67,3 25,02
07/10/07 65,0 24,16
14/10/07 62,3 23,16
21/10/07 61,0 22,67
28/10/07 60,7 22,56
04/11/07 59,4 22,08
11/11/07 59,1 21,97
18/11/07 58,3 21,67
02/01/08 65,1 24,20
06/01/08 63,3 23,40
13/01/08 62,0 23,05
20/01/08 64,5 23,98
27/01/08 60,0 22,30
03/02/08 59,5 22,12
14/02/08 64,2 23,86
16/02/08 62,2 23,12
23/02/08 61,0 22,67
22/03/08 67,0 24,91
29/03/08 64,6 24,01
05/04/08 63,8 23,72
12/04/08 63,5 23,60

medidas

DATA quadril cintura coxa braco busto
22/04/06 99 80 62 30 94
29/04/06 98 79 62 29,5 92
18/06/06 106 87 65 30,5 96
25/06/06 104 85 64 30,5 95
02/07/06 101 81 63 30 94
09/07/06 99 79 62 30 91
16/07/06 98 77 62 29,5 91
23/07/06 97 75 61 29 89
30/07/06 97 75 60,5 29 87
06/08/06 96 74 60 29 87
13/08/06 96 74 59,5 28,5 87
02/10/06 101 81 62,5 30 93
09/10/06 99 79 61 29 91
16/10/06 97 77 60,5 29 90
23/10/06 96 76 60 29 89
30/10/06 96 75 59,5 28,5 88
06/11/06 95 75 59 28,5 88
13/11/06 95 73 59 28,3 88
20/11/06 94 72 58,5 28 87
27/11/06 94 71 58 28 86
04/12/06 94 71 57 28 86
11/12/06 93 70 57 28 85
18/12/06 93 70 57 27,5 84
15/04/07 98 79 61 29 89
22/04/07 96 77 60 28,5 88
29/04/07 95 75 59 28,5 87
06/05/07 94 73 59 28 87
13/05/07 93 71 58 28 86
24/06/07 101 80,5 62,5 30,0 93,0
07/10/07 97,0 76,0 60,0 29,0 90,0
14/10/07 95 73 59 28,5 87
21/10/07 94 72 58 28,5 86
28/10/07 93 71 58 28 86
04/11/07 92 70 57 27,5 84
11/11/07 91 69 57 27 84
18/11/07 91 69 56 27 84
02/01/08 97 76 60 29 90
06/01/08 95 75 59 28 89
13/01/08 94 74 58 27,5 87
20/01/08 96 78 60 28 92
27/01/08 92 73 57 27,5 85
03/02/08 91 71 57 27,5 85
16/02/08 94 76 59 27,5 87
23/02/08 93 73 57 27,5 86
05/04/08 96 77 59 28 88
12/04/08 95 75 60 28 88